‘likes’ diary

Porque os likes no facebook podem ser um bom indicador.

Neste momento pelos vistos é isto que me interessa:

Imagem 2

moda, poesia romântica, comida boa, cor, corrida!

Advertisements

Estética

Podemos treinar o nosso sentido de estética. basta olhar para fora.

Tenho de pôr os meus olhos a trabalhar e não a minha cabeça.

i just need to relax my eyes and then my mind relax and then… tcharam!

i see the world.

e não posso ignorar o belo.

e não posso ignorar o feio.

e eu sei como o feio se poderia tornar belo porque os meus olhos procuram a harmonia e encontram-na sem qualquer esforço.

o belo é a harmonia. o feio a falta dela.

e eu deixo misturar-me com o que está fora e percebo a harmonia ou falta dela em mim.

 

Nourishment

What nourishes me?

Maybe a soft texture.

Maybe a heart that links with mine.

Maybe the silence.

Maybe a rebellious noise.

Maybe some hands on my skin.

Maybe some hands with love on my ears.

Maybe someone saying, ‘don’t worry. i know you don’t need to worry’.

Maybe someone saying, ‘this is only a joke’.

Maybe someone saying, ‘but you have to take your feelings seriously’.

Maybe just a hug that feels completely true. a hug from someone that doesn’t need the hug becomes more than a hug.

Maybe a scent that touches me. a scent i feel on my skin.

Maybe a food that says inside me, ‘Peace’.

Maybe a cry that gives me the vision.

Maybe a talk that i give you.

Maybe a feeling that makes me scream, ‘i know, this is it!

fuck this and that. this is IT!’.

Maybe a word that unlocks something, ‘do you want to come with me?’.

Maybe some space.

Maybe a ritual that i feel part of.

Maybe a feeling that ‘i don’t need more than this’.

 

A huge desire. impossible to ignore.

Hoje só queria dizer isto: somos muito maiores do que pensamos.

Vamos seguir os nossos desejos, as nossas fantasias e esperar para ver. não! vamos senti-lo.

A nossa vontade guia-nos. E a nossa vontade é tão grande. É por isso que podemos ser grandes.

A nossa vontade não pode olhar a pormenores. Ela não olha.

Eu quero… Neste momento tenho vontade de… A minha obsessão é… Ultimamente só penso em…

É possível seguir. E esquecer os pais.

É sim. É paixão. E faz-nos sentir do tamanho da vida. Do tamanho que temos de ser.

Vamos deixar-nos surpreender pela nossa criatividade. Vamos deixar que os nossos desejos nos provem que afinal não nos conhecemos assim tão bem. Vamos deixar de ser tão mortos por opção. Que a nossa opção seja agora a infinita abertura. A infinita renovação.

 

O que é que me fez pensar nisto tudo? isto:

http://revistatpm.uol.com.br/especiais/mulheres-que-lutam/a-luta-de-lola-benvenutti.html