O coração

Parece que todos os dias tenho de fazer o meu coração bombar. Dizem que ele é autónomo, que está ligado ao sistema nervoso que o faz bombar sozinho, mas não é verdade. Quem lhe dá energia somos nós e o mundo. Se a vida cá fora sorri para ele, ele sorri de volta e é bem capaz de pular e tudo. Se a vida cá fora é aborrecida ele fica letárgico. E se fôr dura, ele contrai.

24h

É uma riqueza que só se revela aos olhos mais atentos, aos corações mais sensíveis, às mentes mais curiosas, às almas mais humildes para admitir que há algo mais para além destas 24h. Para os menos atentos a vida é um rolar de 24h. E outra vez e outra. A vida é mais que isso, mas atenção! Ela revela-se nessas 24h. O que muda somos nós. O que muda sou eu. Se nos acharmos já completos não estaremos abertos a mais. Mas há mais.

Admites isso? Consegues admitir?